A Cultura Nok prosperou na atual Nigéria por volta de 1000 a.C. a 300 d.C. Reconhecida por suas notáveis esculturas em terracota, eles representam a tradição artística mais antiga conhecida da África Ocidental. Os Nok também foram um dos primeiros da região a fundir ferro, marcando um avanço tecnológico significativo.

Origens da Cultura Nok

Que jornada incrível deve ter sido para os povos Nok e Gajiganna, viajando da vasta extensão do Saara Central para a região norte da Nigéria. Eles enfrentaram as duras condições e levaram consigo os elementos essenciais para a sobrevivência, incluindo o valioso milhete pérola e a arte da cerâmica.

Artist impression of the Nok people walking across the Sahara Desert

Conforme avançavam pelo terreno desconhecido e implacável, os dois grupos eventualmente seguiram caminhos diferentes. Os Nok se estabeleceram na vila que se tornaria sinônimo de seu nome, enquanto os Gajiganna estabeleceram seu próprio lar na região que leva seu nome. As escolhas que fizeram ao longo do caminho moldariam o curso de suas vidas e o futuro de seu povo.

Também se acredita que a cultura Nok tenha sido parte do Sahel da África Ocidental, suas raízes se estendendo muito além da vila que agora chamavam de lar. O desejo por uma vida melhor, o anseio por um novo começo, impulsionou-os em direção a um lugar onde pudessem enraizar-se e florescer.

A cultura Nok pode ter surgido tão cedo quanto 1500 a.C. e perdurou até 1 a.C. A longevidade de sua civilização é um testemunho de sua resiliência e engenhosidade, e não é difícil imaginar o sentimento de orgulho e conexão que o povo Nok deve ter sentido por sua terra e seu modo de vida.

Arte e Tecnologia da Cultura Nok

O povo Nok era uma civilização extraordinária, e suas esculturas de terracota eram verdadeiramente notáveis. Essas esculturas não eram apenas obras de arte, mas também desempenhavam um papel crucial em uma cultura funerária complexa, que envolvia práticas únicas como banquetes, simbolizando a importância que atribuíam em honrar seus mortos.

As primeiras esculturas de terracota Nok remontam a cerca de 900 a.C. e são um testemunho da habilidade e engenhosidade do povo Nok. Muitas dessas esculturas retratam figuras usando estilingues, arcos e flechas, indicando que os Nok podem ter se dedicado à caça e à captura de animais selvagens para sobreviver.

Suas esculturas de terracota eram principalmente de cabeças humanas e figuras, bem como de animais. Uma das características únicas de suas esculturas são os olhos em formato oval ou triangular nos rostos humanos. Eles também representavam elaborados penteados nas figuras humanas, o que sugere que valorizavam o adorno pessoal, especialmente para o cabelo. As representações humanas geralmente mostram as mãos nos joelhos ou sentadas.

Terracotta Sculpture by the Nok Culture

Mas as habilidades do povo Nok não se limitavam apenas à escultura. Eles também construíam canoas escavadas para transportar mercadorias ao longo dos afluentes do rio Níger, expandindo suas rotas comerciais até a costa atlântica. As conquistas do povo Nok rivalizam com as da antiga canoa de Dufuna, construída há cerca de 8000 anos na região norte da Nigéria. A escultura de terracota Nok de duas pessoas remando uma canoa escavada é particularmente impressionante, uma bela obra de arte que mostra a sofisticação e a atenção aos detalhes do povo Nok.

Artist impression of the dugout canoes the Nok Culture used for travel and trade.

Eles usavam tecnologia de ferro. Evidências sugerem que o uso de ferro naquela região remonta aproximadamente ao século IV a.C., talvez até antes. Arqueólogos descobriram 13 fornos de fundição de ferro na aldeia de Taruga. Também encontraram ferramentas agrícolas e armas. Além disso, eles utilizavam ferramentas de metal e pedra. A cultura Nok é uma das poucas no mundo que passou de ferramentas de pedra (Era da Pedra) para ferramentas de ferro (Era do Ferro) sem aprender a fazer ferramentas de bronze ou cobre (Era do Bronze), que é o processo típico de evolução das civilizações. Era da Pedra, depois Era do Bronze e depois Era do Ferro.

Legado da Cultura Nok

O legado do povo Nok está envolto em mistério, deixando muitas perguntas sem resposta sobre sua identidade e origens. No entanto, há aqueles que acreditam que a incrível arte dos Nok teve um impacto significativo nas técnicas de metalurgia usadas por sociedades posteriores, como o povo Ifé. O povo Ifé, que viveu na Nigéria entre os séculos XI e XV d.C., era conhecido por suas esculturas de metal realistas de cabeças humanas que capturavam a essência de seus temas com impressionante precisão.

Apesar dessa possibilidade, ainda não está claro se o povo Nok influenciou civilizações africanas posteriores. Sua cultura enigmática nos deixa com poucas pistas sobre sua sociedade, organização social e modo de vida além do que podemos inferir de sua cativante arte em terracota. A história do povo Nok é repleta de mistério e intriga, nos fazendo questionar os segredos que jazem enterrados nas areias do tempo.


Fontes

Chesi, Gert and Gerhard Merzeder. The NOK Culture: Art in Nigeria 2500 Years Ago. Prestel, 2006.

National Geographic Society. “Nok Culture.” National Geographic Society, 2022, https://education.nationalgeographic.org/resource/nok-culture/.

History Today. “The Nok Culture.” Accessed February 15, 2023. https://www.historytoday.com/archive/nok-culture.